STJD rejeita Palmeiras e Corinthians continua como campeão paulista

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) não aceitou, nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, o pedido do Palmeiras para cancelar o jogo de volta da final do Campeonato Paulista contra o Corinthians.

A decisão foi por unanimidade. Os auditores entenderam que não houve provas suficientes para demonstrar interferência externa na marcação de um pênalti do volante Ralf sobre o atacante Dudu, no segundo tempo, no Allianz Parque, quando o Corinthians vencia o arquirrival por 1 a 0.

Assim, essa rejeição do STJD mantém o Corinthians como o campeão paulista de 2018.

Foto: Gazeta Press

ARGUMENTAÇÃO PALMEIRENSE

O Palmeiras afirma que houve interferência externa na decisão do árbitro Marcelo Aparecido de Souza. Após oito minutos  de paralização, o juiz cancelou o pênalti de Ralf sobre Dudu que ele havia marcado.

Com a idéia de impugnar o jogo decisivo, a direção palmeirense através do departamento juridico preparou acusação com vídeos, imagens e elaborou um documento com mais de cem páginas para provar que aconteceu interferência.

Sem êxito na tentativa junto ao STJD, não há chance de recurso em tribunais nacionais ou regionais, mas ainda possibilidade de levar o caso aos tribunais internacionais.

Foto de capa:  Gazeta Press