São Paulo vende Militão para o Porto

Militão está de saída do São Paulo. O clube anunciou a venda do jogador para o Porto.

O Tricolor tentou renovar o contrato do defensor, que se encerra em 11 de janeiro, mas o próprio jogador pediu para deixar o clube.

O valor do negócio é 4 milhões de euros (quase R$ 18 milhões) e 10% dos direitos em uma futura venda. No acerto entre as partes, ficou estabelecido que ele permanece por mais quatro jogos.

No inicio da semana, o São Paulo havia recusado uma proposta pelo mesmo valor e disse ao Porto que só aceitaria 6 milhões de euros (aproximadamente R$ 27 milhões). No entanto, conseguiu a participação de 10% no lucro de uma futura venda do jogador.

Militão jogará contra o Grêmio, nesta quinta-feira, em Porto Alegre, diante do Cruzeiro, no domingo, em Belo Horizonte, Cólon, pela Copa Sul-Americana, no dia 2, em São Paulo, e a despedida será diante do Vasco, no dia 5, no Morumbi, pelo Brasileirão.

Militão assinará contrato válido por cinco temporadas com o Porto. Com a saída do camisa 13, o Tricolor tem Bruno Peres que chegou há poucos dias.

Foto: Folhapress

Militão no São Paulo

Revelado pelo Tricolor, o lateral realizou o primeiro jogo no time profissional diante do Cruzeiro pelo Brasileirão do ano passado. Desde então, foram 54 jogos. Nesta temporada, Militão atuou em 32 das 38 partidas disputadas pelo São Paulo.

Foto capa: São Paulo FC/Roberto Chiri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.